2014 - Desire

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Existe algum risco ao fazer sexo na água? Pode-se usar o preservativo?
22:100 Comments
Se te referes ao risco de engravidar, dentro de água existe o mesmo risco que fora dela, pelo que há que tomar as medidas contraceptivas habituais. 

Relativamente a outros riscos, se a água estiver muito suja, podem entrar na vagina partículas nocivas por causa dos movimentos do pénis, e isso pode provocar uma infecção. 

Para colocar o preservativo e fazer com que ele se deteriore o menos possível, o homem deve tirar o pénis da água precisamente antes da penetração, colocá-lo e introduzi-lo imediatamente na vagina.
Reading Time:

domingo, 2 de novembro de 2014

Como os homens gostam da depilação intima delas?
22:190 Comments
Uma pesquisa ao universo masculino relevou os seguintes resultados acerca de para eles qual o tipo de delipação íntima que mais gostam.

O resultado foi :
1º Lugar : Sem Pelos. 50 %
2º Lugar: Pelos Bem Aparados. 44 %
3º Lugar: Pêlos Naturais. 6 %

A depilação total foi a grande vencedora por vários motivos, mas entre os mais votados, dois sobressaíram.


O mais citado foi que dá mais prazer fazer sexo oral numa mulher que não tenha qualquer pêlo na sua zona íntima, pois os pelos influem na sensação táctil do acto.

O segundo mais citado é que, a depilação total sugere uma mulher mais mente aberta e resolvida sexualmente; ou seja, mais desinibida na cama, exactamente como o imaginário masculino idealiza.

Já a resposta que ficou em segundo lugar, pêlos bem aparados, a justificativa foi que uma mulher assim depilada, passa a sensação de higiene e de cuidar de sua beleza, além de extrema feminilidade.


Já os Pêlos Naturais teve grande rejeição exactamente pelos motivos contrários acima apresentados.Neste caso, a Mulher é considerada sem higiene e desleixada.

Para comprovar este numero irei lançar neste espaço uma sondagem, coma verificar a preferência dos nossos leitores.
Reading Time:

domingo, 26 de outubro de 2014

Mamilo
22:030 Comments

Mamilo compreende a junção dos ductos mamários, a abertura para saída do leite e a aréola, parte mais escura ao redor da abertura.

A aparência dos mamilos está relacionada a vários fatores com a cor da pele, tamanho das mamas, taxa de gordura, exposição ao sol, estado emocional, sensação de frio, idade, fase de amamentação.

Sexualmente falando, por mais estranho que pareça, já é comprovado cientificamente que é possível chegar ao orgasmo somente com estímulos nos mamilos. A descoberta foi feita a partir de testes com várias mulheres que se masturbavam enquanto seus cérebros eram monitorados.

Quando foram orientadas a estimular apenas seus mamilos, a atividade cerebral comprovou que o estímulo dessa região ativa a mesma parte do cérebro conectada à estimulação genital. De acordo com a pesquisa, os homens são capazes de obter o mesmo resultado.
Reading Time:

domingo, 19 de outubro de 2014

Masturbação: Lubrifique os Dedos
22:240 Comments
Na masturbação feminina, a lubrificação dos dedos é importante, uma vez que o atrito contra uma superfície áspera irrita a mucosa. Tenha suavidade no toque. Use a parte macia do dedo para tocar o clitóris. Evite arranhar com a unha.

Abra bem as pernas e molhe o seu dedo em saliva – que pode o seu ou dela mesma. Inicie em ritmo lento, tocando directamente sobre o clitóris, sem apertar. Aos poucos, acelere os movimentos do dedo. Friccione de um lado para o outro, sempre com movimentos curtinhos e concentrados em um ponto específico, sobre a saliência.

Tente interromper o mínimo possível. Quando sentir que seu dedo secou, leve-o até mais em baixo e utilize a lubrificação natural da sua companheira para humedecer ainda mais o clitóris.
Reading Time:
Porque as mulheres gemem durante o sexo?
16:150 Comments

Acho que sabe que gemidos estrondosos dos filmes pornográficos não passam de puro fingimento. E se eu vos dizer que muitas mulheres utilizam esta artimanha para manipular o seu parceiro durante o sexo, você acredita? Pois, dois pesquisadores da University of Centrar Lancashire, na Inglaterra, descobriram isso.

Os pesquisadores descobriram que há pelo menos uma motivação totalmente consciente nisso: manipular o comportamento masculino e tirar proveito disso.

O estudo foi realizado com 71 jovens com idade entre 18 e 48 anos. O resultado apontou que os gemidos teriam sido emitidos antes e durante a ejaculação masculina, e não necessariamente durante o orgasmo das mulheres. Isso porque gemendo elas estão ajudando o parceiro a se excitar, a se esforçar mais e a levá-las ao próprio orgasmo, além de fazer o próprio ejacular do homem.

Elas contaram que fizeram isso 90% das vezes por saberem que não o atingiriam. E 87% afirmaram que as vocalizações aumentavam a autoconfiança de seus parceiros. Um estudo de 2009 já havia revelado que cada género segue regras de um papel mais ou menos fixo durante o sexo. Os homens acreditam que devem dar orgasmos às mulheres, e os gemidos seriam a única pista que teriam de estar conseguindo fazer isso.

A pesquisa apontou que fazer as mulheres chegarem ao orgasmo somente com penetração não é uma tarefa fácil. É o toque que precisamos para investir a fundo nas preliminares.
Reading Time:

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Prazer Sexual
22:520 Comments
Sabia que o Prazer Sexual é a interação do sistema nervoso no acto sexual. Durante o coito o cerebro através das suas terminações nervosas, responde de forma tactil ao contato de pele e musculos provocando intensos espasmos e contrações.

O mecanismo pelo qual esse processo ocorre somente no acto sexual é desconhecido e complexo. Evolucionistas defendem a ideia que o prazer sexual é uma estrategia evolutiva, o prazer actuaria como motivador do acto sexual estimulando a reprodução dando assim as espécies maior população e predominância sobre outras. Há vários indícios que confirmam esta teoria, como a presença do clitóris nas mulheres que tem somente a função de dar prazer.



Fonte: Wikipédia
Reading Time:

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Como fazer sexo oral numa mulher / Como fazer um cunnilingus
22:250 Comments
O melhor é começar fora dos genitais, até que ela comece a ficar muito excitada. Então, podes descer à zona púbica e brincar com suavidade. Provavelmente, ela não terá um orgasmo imediato, portanto, tem paciência.

  • Começa por passar a língua pela entrada da vagina e pelos lábios da vulva. Os lábios interno são muito sensíveis e receptivos às caricias, por isso, suga-os lentamente.
  • Desliza suavemente a ponta da língua sobre o clitóris e à volta dele.
  • Estes movimentos devem ser combinados com lambidelas enérgicas sobre a vulva, como se comesses um gelado, incidindo no clitoris. Tenta fazê-lo com a parte da língua e com os lábios também, como se chupasses, mas com muita ternura.
  • Não te esqueças de acariciar ou beliscar os músculos, o abdómen...
  • Na ultima fase, podes introduzir dois dedos na vagina e fazer movimentos de um lado para outro (como se fosse uma campainha) enquanto acaricias o clitoris.


Com estas indicações, o orgasmo está quase assegurado, mas não te esqueças que as caricias com a língua podem ser suaves com a ponta, mas também deverão ser directas e fortes. Diz-lhe que adoras fazer isto, que gostas do seu cheiro...

A mulher também deverá orientar o seu companheiro. Não deixar que só ele explore e encontre os pontos fracos da companheira. A mulher se vir que as caricias não estão a ser eficazes, deve ajuda-lo colocando uma mão sobre a cabeça dele, orientando os seu movimentos, com mais força ou mais suavidade. Em suma, a mulher também deverá dizer o que gosta mais, pois ele agradecerá, sem dúvida.


Reading Time:

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Como fazer sexo oral num homem / Como fazer uma felação
22:110 Comments

As mulheres são muito mais esquivas a ensinar ou a orientar o seu parceiro. Eles não tem tantos problemas em dizer do que gostam, pelo que as mulheres têm uma certa vantagem quando praticam a felação num homem.

Em primeiro lugar, esquece os genitais até teres passado um bom bocado em jogos preliminares. Assim, aumentarás a sua vontade de que chegue o momento de desceres ao pénis.

  • Ajuda a tua boca com a mão, ou seja, faz os movimento de masturbação, suaves, enquanto o acaricias com a boca. Num dado momento, podes tirar a mão e fazer penetrações um pouco mais profundas só com a boca. Depois volta a agarrar o pénis.
  • Não é necessário introduzir o pénis até ao fundo da garganta, porque pode ser desagradável para ti. Basta estimular a glande e de vez em quando deixar ir um pouco mais fundo.
  • A parte mais sensível do pénis é o freio do prepúcio, por isso, passa lá a língua ritmadamente por ele.
  • Acaricia os testículos com a boca ou com a mão e lambe também a zona do períneo (que vai do ânus aos testículos).
  • Com a parte larga da língua envolve toda a glande e faz movimentos para cima e para baixo até que ele não possa mais e tenha um orgasmo. Podes parar de vez em quando, para travar a excitação do momento e levá-lo a desejar cada vez mais que continues. Assim, chegará a um orgasmo mais intenso.


Em relação à ejaculação, se não queres que o faça na tua boca, di-lo antes. Podes fazê-lo em tom de brincadeira, para quebrar o gelo, e se não tens coragem presta muita atenção aos seus movimentos e gemidos enquanto praticas a felação, pois irás notar quando chegar o momento de te retirares. Não te afastes de repente! Terás de afastar a boca do pénis, mas continuar os movimentos com a mão até que o sémen saia. Se não o fizeres, estragarás o momento.

Embora esta prática suscite alguma resistência, é uma das que mais prazer dá, de todas as que nos oferece a nossa sexualidade. Se não estás preparada, não o faças. Se tens curiosidade, mas sentires medo de a fazer mal... fala com o teu parceiro e deixa que ele te oriente. É tão simples como isso.


Reading Time:

domingo, 29 de junho de 2014

Sexo no Chuveiro - Conselhos para você aproveitar
19:290 Comments
O sexo no chuveiro está ficando mais divertido e seguro. Nas Sex Shop's s existem uma variedade de artigos eróticos que garantem a festinha no banho. Esses produtos resolvem problemas muito comuns principalmente ao escorregar na base do chuveiro/banheira. É o caso das alças com ventosas, que podem ser presas nas paredes de azulejos. Elas permitem que os parceiros, mesmo os mais empolgados, tenham apoio e segurança.

- Preze no jogo erótico:
“A visão dos corpos molhados é muito excitante. Você está em casa e, de repente, fica um certo "clima", nada melhor do que ir brincar debaixo d’água, é muito sensual.

- Não exagere na temperatura: A água morna é óptima para estimular o desejo. Ela proporciona a vasodilatação de todo sistema circulatório e também da região genital masculina e feminina. Quanto mais dilatação vascular, maior é a erecção e a lubrificação, que fica mais intensa.

- Shampoo/Gel Duche não é lubrificante:
Sabonete, Shampoo e o gel duche servem mesmo para higiene e não como lubrificantes. Esses produtos não devem ser usados, já que mudam o pH genital e podem provocar irritações e alergias nessa região.

- Como garantir a lubrificação: Embora estimulante, a água interfere na lubrificação vaginal. Da mesma forma, o preservativo pode ficar comprometido e acabar por se romper. Um lubrificante à base de água pode ajudar resolver o problema. E na hora da penetração, desligue o chuveiro. Assim a água não vai prejudicar a lubrificação e, além disso, você evita o desperdício. 

- Sexo anal e sexo oral: As duas modalidades podem ser favorecidas no chuveiro. A água traz a sensação de higiene e deixa as mulheres envergonhadas mais confortáveis para o sexo anal e oral

Reading Time:

domingo, 8 de junho de 2014

Coito Interrompido
16:590 Comments


O coito interrompido é um método de contracepção no qual o casal tem acto sexual porém o sêmen é ejaculado fora e distante da vagina. O coito interrompido também pode mais geralmente referir-se a remover o pénis da vagina antes da ejaculação. Como muitos métodos contraceptivos, a eficiência do coito interrompido é conseguida somente com seu uso correto. As taxas observadas de falha do coito interrompido como método anticoncepcional variam dependendo da população estuda e vão de 15 a 28% por ano. Comparativamente, a taxa de falha da pílula anticoncepcional é de 2 a 8% ao ano, preservativos de 10 a 18% ao ano e diafragma de 10 a 39% ao ano. Para casais que utilizam o coito interrompido corretamente e em cada acto sexual a taxa de falha é de 4% ao ano. Em comparação, o uso perfeito da pílula anticoncepcional tem uma taxa de falha de 0,3% ao ano, preservativos 2% ao ano e diafragma 6% ao ano. A principal causa de falha no método do coito interrompido é a falta de auto-controle da pessoa. Atraso na remoção do pênis pode resultar em sêmen na vulva, o qual pode facilmente migrar para o trato reprodutivo feminino. Alguns profissionais médicos vêem o coito interrompido como um método anticoncepcional ineficiente. Foi sugerido que o fluido pré-ejaculatório, aquele liberado do pênis antes da ejaculação, conteria espermatozóides que poderiam causar gravidez ao usar o coito interrompido. Porém, estudos têm mostrado que o fluido pré-ejaculatório não contém espermatozóides capazes de engravidar a mulher. 

Acredita-se agora que a principal causa de falha do coito interrompido utilizado correctamente, ao remover o pénis em tempo e ejacular longe da vagina, seja esperma de ejaculações anteriores saindo do pénis. Por essa razão, é recomendado a quem utiliza o coito interrompido que urine entre as ejaculações para livrar a uretra do esperma, e lavar qualquer ejaculação em lugares que possam ficar próximos da vulva.

A vantagem do coito interrompido é que ele pode ser usado por pessoas que têm objecções ou não possuem acesso a outras formas de contracepção. Alguns preferem o coito interrompido para evitar possíveis efeitos adversos de contraceptivos hormonais como depressão, variações no humor, vagina seca, diminuição no libido, inchaço, etc. O coito interrompido também não tem custos, não requer produtos artificiais, não tem efeitos colaterais e pode ser praticado sem prescrição médica. 



 
O coito interrompido é muito ineficiente na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, uma vês que o fluido pré-ejaculatório pode conter partículas de vírus ou bactérias que podem infectar ao entrar em contacto com as membranas mucosas. Porém, a redução do volume de troca de fluidos corporais durante a relação sexual pode reduzir o risco de transmissão. O método do coito interrompido também pode ser difícil para alguns casais e a interrupção do acto sexual pode deixar algumas pessoas insatisfeitas.
Reading Time:

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Como se masturba uma mulher?
15:110 Comments
Tenhamos como base o clitoris. Este pequeno orgão é a fonte de onde emana o prazer máximo feminino, pelo que é tão importante estimulá-lo correctamente.

Num primeiro encontro, é melhor brincar com outras zonas que não sejam directamente os genitais. Os seios, por exemplo, as coxas... Só então se começa a estimular a vulva, mas pensando sempre que o clitóris não é o objectivo. Quando a mulher se excita, o clitóris experimenta uma erecção, como um pénis, e sai do seu esconderijo. Se nesse momento for directamente friccionado, é provável que doa, pelo que é muito melhor acariciar à volta desde, com movimentos circulares. À medida que a excitação aumenta, já se pode tocar directamente no clitóris e até combinar estas caricias com a inserção de dois dedos na vagina, se a mulher gostar da penetração. É importante ter em conta que o orgasmo pode chegar de forma muito intensa só com a estimulação do clitóris, sem necessidade de penetração. A penetração é, assim, uma opção muito pessoal.

Nunca te esqueças que depois de alcançar o orgasmo torna-se doloroso continuar a acariciar o clitóris, por isso, se queres que a relação sexual (caso estejas com um companheiro) ou a tua auto-estimulação continue, dedica algumas caricias a outras zonas da vulva ou do corpo em geral antes de começar de novo a sua estimulação.



Por ultimo, permite-te fantasiar livremente. Cria o teu próprio mundo de fantasias quando fazes amor, sozinha ou acompanhada. Muita dessas fantasias podem ser partilhadas, confessadas ou até mesmo mantidas como segredos muito pessoais. Vale tudo.
Reading Time:

sábado, 26 de abril de 2014

Fases do Homem e Mulher vão passando até ao orgasmo
15:320 Comments
Vamos ver quais as fases pelas quais o homem e a mulher vão passando até chegar ao orgasmo:

FASE DO DESEJO


Parece impensável que se inicie uma relação sexual sem que haja uma pequena chama de desejo. Exteriormente não se apreciam alterações no corpo, mas, como podes imaginar, as variações mais significativas são a nível psicológico. Agrada-te uma pessoa e de repente começa a desencadear-se uma série de manifestações físicas que dão bem conta desse desejo.




FASE DE EXCITAÇÃO

O homem tem uma erecção graças ao sangue que chega ao pénis. A uretra abre-se um pouco e os testículos também se avolumam. No caso da mulher, aumenta a lubrificação vaginal, a vagina dilata-se um pouco para receber o pénis e os lábios da vulva ficam mais inchados pela afluência de sangue. O clitóris sai do seu capuz, devido à erecção, e em algumas mulheres os mamilos endurecem.


FASE DE PLATEAU

Todas as alterações anteriores são acentuadas. No caso da mulher, a entrada da vagina fecha-se um pouco e os grandes lábios congestionam-se. Desta forma, consegue-se pressionar muito mais o pénis.





FASE DO ORGASMO

É a mais breve de todas. No caso dos homens, há dois momentos importantes a ter em conta:


> Momento "sem retorno". Quer dizer, o momento em que, graças às contracções que se dão em determinados orgãos, o sémen é empurrado para a uretra, de forma que já não é possível controlar a ejaculação.

> A uretra e o pénis continuam a contrair-se até à expulsão do sémen.


É importante que o homem aprenda a reconhecer este fugaz momento sem retorno, pois isso vai ajudá-lo a parar e a não ejacular antes do tempo. Por isso é importante que ele esteja atento às suas sensações durante a relação sexual, que não esteja a pensar em "outras coisas" para que não se entusiasme depressa de mais. Se não estiver muito concentrado em perceber a chegada do orgasmo, não o poderá parar a tempo.

O orgasmo do homem costuma ser acompanhado de ejaculação, mas os dois conceitos não são iguais, pois trata-se de dois mecanismos diferentes. Um homem pode ter orgasmos "secos", sem ejaculação, e também pode acontecer que haja ejaculação, mas sem a sensação de prazer de um orgasmo.

Para as mulheres, o orgasmo supõe a libertação de toda a tensão sexual acumulada, através de contracções do útero, da plataforma orgásmica e do esfincter anal, tudo isto associado às sensações subjectivas e agradáveis que proporciona o orgasmo à mulher. Teoricamente, quanto maior for o número de contracções, mais intenso será o orgasmo.
Reading Time:

domingo, 2 de março de 2014

Parad-Ice - Paraiso de Gelo
17:440 Comments
Esta é uma técnica clássica que se tornou um padrão de hoje, graças ao filme "Nove semanas e 1/2". Se a mulher é um pouco tímida, é uma óptima maneira de introduzir algumas coisas novas no quarto. Mesmo ela sendo tímida, ela irá se sentir fantástica.

Aqui está o que você precisa:

Um cubo de gelo.

Veja como fazer isso:

 
Faça a sua mulher se despir completamente, e depois faça com que ela se deite de costas.

Coloque o cubo de gelo no interior da sua boca. Abra a boca um pouco e use a sua língua para empurrar o cubo de gelo para a frente da sua boca. Deixe uma pequena porção do cubo de gelo de fora dos seus lábios.

Lentamente, deslize o cubo de gelo sobre o pescoço, seios, barriga, coxas e pelas pernas da sua mulher.

Mantenha a sua cabeça cerca de 6cm acima de um dos mamilos da sua mulher. Deixe cair algumas gotas de água do cubo de gelo derretido sobre o mamilo e deixe deslizar sobre a pele. Se ela ainda não possuir o mamilo erecto, este irá ficar totalmente erecto.

Faça a mesma coisa no outro mamilo.
Coloque novamente o cubo de gelo de volta ao interior da sua boca. Esfregue a ponta da lingua sobre o cubo de gelo de forma que ela se torne fria.

De seguida dê prazer à sua mulher, através de sexo oral, parando para esfregar a ponta da língua para refrescar, sempre que necessário. A diferença de temperatura entre a sua lingua e o clitoris e vagina dela, será seguramente fantástico. 

Reading Time:

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Coito Intermamário - "Espanholada"
21:520 Comments
Coito intermamário, conhecimento popularmente como espanholada, também chamada relação mamária, o "mamafelação") é o nome dado a uma técnica sexual em que a relação ocorre com um parceiro sem que haja penetração. Nesse acto, o homem aloja o pénis entre os seios da mulher, onde este é, então, estimulado por meio de movimentos ascendentes e descendentes. Às vezes, pode ocorrer a utilização de um lubrificante íntimo.


Quando o homem ejacula, o sêmen pode cair nos seios, no rosto, no pescoço ou na boca da mulher, esta forma como o sêmen cai na caixa torácica, no pescoço ou nos ombros da mulher inspirou o outro nome dado a esse tipo de prática sexual - Colar de Pérolas.


Em alguns casos, este acto pode ser combinado com o sexo oral, em que a mulher inclina o rosto para a frente e estimula o pénis. Trata-se de manobra mais facilmente executável com um pénis mais longo, seios maiores ou com uma parceira com um corpo mais flexível. Nesse caso, quando o sexo oral é executado, são a base do corpo do pénis e os testículos que recebem estímulos 
pela fricção com os seios, sendo a glande estimulada pela boca.

Reading Time:

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Preliminares
22:550 Comments

Na relação sexual humana, preliminares são jogos de intimidades psicológicas e de actos corporais entre duas ou mais pessoas que promovem o aumento da excitação sexual entre os parceiros.

Os preliminares, ocorrem antes do acto sexual, ou de um outro acto, com o intuito de permitir que se alcance uma satisfação sexual mútua ou o orgasmo, super valorizando a relação sexual em detrimento das preliminares, quando poderia ser genitalizada, se constituindo parte do acto sexual. Geralmente a duração das relações sexuais aumentam com um prolongamento das preliminares.

As preliminares diminuem a inibição e aumentam o conforto emocional dos parceiros. Fisicamente, as preliminares estimulam o processo de erecção nos homens, permitindo que ocorra a penetração num canal. Nas mulheres, elas ajudam no processo que leva à erecção do clitóris e promove o relaxamento, a expansão e a lubrificação vaginal, permitindo assim que seja feita a penetração de forma confortável. Entre homens e mulheres, as preliminares são consideradas as precursoras dos orgasmos, mas não necessariamente as precursoras da preparação para a penetração, pois pode preceder a uma actividade sexual sem penetração e que culmine num orgasmo.


As preliminares envolvem diversas formas de as executar, tais como:

- Caricias e beijos;
- Estimulo principalmente das zonas erógenas;
- Massagem para promover o relaxamento e a descontracção corporal;
- Jogos sensuais;
- Masturbação, como forma de estimulo erótico;
- Sexo Oral, como forma de estimulo erótico, principalmente quando acompanhado de caricias a outras regiões do corpo;

Reading Time:

domingo, 26 de janeiro de 2014

A mulher depois do orgasmo
22:170 Comments
A lenda não é falsa: depois do orgasmo, a mulher com frequência precisa de mimos, de palavras ternas, de carícias. Há um tempo para o lado "animal" e outro para o aspecto mais "sociável". Ela tem vontade de conversar um pouco, de trocar ideias, sem voltar de imediato ao mundo real. Seu parceiro tentará atender às suas expectativas...
Reading Time:
Como o sexo funciona no cérebro
00:200 Comments
Pode ser mais seguro entrar em contacto com o "animal dentro de nós" se conhecermos um pouco mais sobre o modo como os centros sexuais do cérebro funcionam. Uma explicação incrivelmente simples seria dizer que pequenas células cinzentas enviam mensageiros quimicos chamados hormonimos para outras células. Se virmos uma pessoa que nos atrai, nosso cérebro dispara substâncias quimicas que nos colocam  no modo sexual, assim, na mulher fica lubrificada e terá uma minierecção do clitoris, no homem obterá uma erecção peniana.


Entretanto, o cérebro é bem mais complicado do que isso. Alguns pesquisadores começam a acreditar que o cérebro contém pelo menos dois centros, talvez três, que regulam as sensações sexuais. O primeiro centro é um "activador", uma região que dá origem à libido e à excitação sexual. O segundo centro é um "inibidor", uma área que reprime o estimulo libidinoso. Os dois trabalham em cooperação para propiciar um comportamento sexual equilibrado.


O inibidor evita que nos tornemos visivelmente excitados em momentos inoportunos. O terceiro centro também é um "inibidor", embora os cientistas ainda não tenham evidências suficientes para comprová-lo. Por enquanto, os pesquisadores presumem que esta última região cerebral explicaria por que algumas pessoas experimentam uma espécie de paralisia total das sensações sexuais.
Reading Time: